quarta-feira, 12 de setembro de 2007

O dia dos meus anos


(apud Álvaro de Campos)


No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu era feliz entre os vivos de então.
Na casa paterna, meu fazer anos era uma tradição , assim como os da minha irmã
E a alegria de todos, e a minha, estava certa como a minha convicção.

No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu tinha a felicidade de não perceber coisa nenhuma,
De ser o primogênito da família,
E de não ter as desilusões que os outros tinham por mim.
Quando vim a ter desilusões, já sabia ter esperanças.
Quando vim a olhar para a vida, já era uma nova vida.

Sim, o que sou de suposto a mim-mesmo,
O que fui de coração e parentesco.
O que fui de histórias na cadeira do pai,
O que fui de amarem-me e eu ser menino,
O que fui — vão-se os anos, o que só hoje sei que fui...
Há quanto tempo....
(Nem o acho...)
O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!

O que eu sou hoje é como a claridade no corredor do fim da casa,
Pondo calor nas paredes...
O que eu sou hoje (e a casa dos que me amam treme através das minhas
risadas),
O que eu sou hoje é terem mantido a casa,
É terem morrido alguns,
É estar eu contente como um fósforo recém aceso...

No tempo em que festejavam o dia dos meus anos...
Que meu amor, como uma pessoa, esse tempo!
Desejo de me lembrar ali outra vez,
Por uma viagem metafísica e carnal,
Com uma dualidade de eu para mim...
Comer o passado como cachorro quente, sem tempo de brigadeiro nos dentes!
Vejo tudo outra vez com uma nitidez que me guia para o que há aqui...
Sem mesa posta só cadeiras, e os meninos jogando futebol no quintal
O aparador com muitas coisas — bolo, coca-cola e o resto totalmente dispensável,
As tias , os primos, os colegas de escola, e tudo era por minha causa,
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos...

Para, meu coração!
Não penses! Deixa o pensar na cabeça!
Graças a Deus
Hoje já faço de novo anos.
Maduro.
Somam-se-me dias.
Serei velho quando o for.
Mais nada.
Certo de não ter trazido o passado guardado na carteira
O tempo em que festejavam de novo o dia dos meus anos.

12 comentários:

Lully disse...

O dia dos seus anos é um dia especial. Há quem não ligue, não ache graça, não vive.
Aniversário, prá mim, é como um ano novo, com direito a fogos, festas, abraços, beijos e reciclagem de sonhos.
Um ano novo, um ano cheio de novos desafios e conquistas, um novo ano cheio de "letrinhas", amor, paixões, crises de ciúmes, sorrisos de Alice, quilometros de saudades, lembranças das professoras e muito gosto de amoras, porém, não se esqueça: peça para quem for apanhá-las tirar as luvas... assim... bem devagar, com sensualidade e um gostinho de pecado, afinal, ninguém é de ferro.

Feliz Aniversário!

Ludimila disse...

O que a gente deseja para alguém que tem tudo? Um pouco de brigadeiro melecando dedos, boca e bigode. Mais do que isso pode dar indigestão. Naquele que já tem tudo e mais um pouco.

Parabéns, querido.

Ellah disse...

O que te dizer? Feliz tudo!!!!
Que você esteja sempre: Insanamente inspirado...
Hoje é o seu dia!!!
Um grande abraço!!!

Lou Mello disse...

Parabéns! É seu dia, alegre porque
lembram da gente, mas meio chato porque lembramos do tempo que já foi. Mas é saldo positivo. Grande abraço.

Ligia Mello disse...

que dia bom como diria vinicius...e que especial pois cai em uma quarta, a preferida de Drummond para comemorações. Que tudo de muito bom conspire sempre a seu favor!!
Parabens

Pessoa Comun disse...

Pois é...Aniversário é renascimento é dia de comemorações e balanços...então comemore as alegrias conquistas no passado, renasça pra ter forças de viver as novas com intensidade e coma brigadeiros e bolos por mim, (heheh)e por último e mais importante, agradeça ao Papai do Céu, todas sua conquistas e o que te fez crescer.

bijim de malmal e prole.

Taty disse...

Aniversário é uma morte/renascimento....morre-se para o velho, deixa-se de lado o que não serve mais, começa-se um novo ano, uma nova jornada; a morte traz o renascimento para o novo, para o desconhecido e para a vontade e viver por muitos outros anos.
Aniversário é uma data especial,uma data sua....os anjos, os espíritos guardiões e o Criador comemoram este dia, eles viram que tudo o que fizeram e fazem por você não foi em vão e com certeza estarão ao seu lado nesta nova jornada.
E que a tua sanidade tenha mais momentos insanos!
Grandes beijos....com muito gosto de brigadeiro, bolo, docinhos, etc...

Vilma disse...

Mais velho, menos novo, com festa, sem festa, tanto faz... o importante é você estar aqui e agora, Parabéns Fábio!

Volney Faustini disse...

Primeiro, parabéns pelo nivers!

Segundo, é que achei muito, muito legal o dia dos meus anos.

Terceiro, os meus pitacos:

Se há um dia para os meus anos, entre eles, há os dias pros meus dias! Ou seja - é legal comemorar o aniversário, mas é igualmente alegre e de coração agradecido ao bom Deus, os dias entre essas datas.

Tenho cá comigo, que esses dias (entre as datas) na sua vida são muito especiais, porque voce é um cara muito especial.

Abração de seu orgulhoso amigo

Marta disse...

É pique! É pique!

Precisa MUITO pique prá seguir perpetrando (in)(out) sanidades e sabidades!

Alegria, Harmonia, Amor em todos os dias do SEU ano, que começa hoje.

O aniversário é seu, mas somos nós que ganhamos presentes e até um bolo com velinhas :-)

Beijos, carinho

Marta

Alice disse...

Atrasada..atrasada..com o relógio na mão..rs , mas nem tanto porque ontem antes da meia noite eu te enviei um email! hehehehehe
Passando aqui só para deixar beijos atemporais e o carinho de sempre
Alice
:)

Chiara disse...

...nossa...antes(ñ importa qnt tmp) abri a portinha do meu corpo p/ q a minha alma divagasse livremente.(muitas vezes me permito isso). Normalmente a minha alma é quem procura o meu corpo q em vão reluta p/ ela não encontrar... Enfim, a poucos segundos atrás...entrei aqui e li este conto q me causou tal emoção........................................................

*...para sempre fiques em PAZ! Aceites o beijo q te dou.